ONU quer combater a segurança alimentar em países-piloto em África

6 setembro 2017

Em África, mais de 10 milhões de pessoas precisam de auxílio em alimentos por dia; chefes do PMA, do Fida e da FAO revelam aposta em experiência conjunta.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Agências das Nações Unidas querem atuar juntas em países selecionados numa experiência-piloto para “abordar a raiz da insegurança alimentar em África”.

Sem revelar os locais da experiência, chefes de três entidades pediram mais investimentos em ações a longo prazo que reforcem a resiliência à seca e aos impactos dos choques climáticos.

Segurança

Trata-se do diretor executivo do Programa Mundial de Alimentação, PMA, David Beasley, do diretor-geral da Organização da ONU para Agricultura e Alimentação, FAO, José Graziano da Silva e do presidente do Fundo Internacional de Investimento Agrícola, Fida.

Após uma visita de quatro dias à Etiópia, que terminou na segunda-feira, o grupo lembrou que mais de 10 milhões de pessoas carecem de alimentos todos os dias no continente.

Ganhos

Para as agências é essencial atingir a segurança alimentar em África. O chefe do PMA disse que guerras e conflitos causados pelo homem limitam os ganhos para se chegar à fome zero até 2030, com 80% dos fundos usados em zonas de guerra dispersando fundos para o desenvolvimento sustentável.

O presidente do Fida, Gilbert Houngbo, disse que a visita ajudou a discutir e a encontrar formas de abordar insegurança alimentar e os problemas de conflito no continente.

Já o chefe da FAO, José Graziano da Silva, disse que aumenta a sua preocupação com o vínculo entre o conflito, as mudanças climáticas e a segurança alimentar no continente.

Para Graziano da Silva há necessidade de impulsionar a forma como as quatro organizações trabalham juntas para abordar estas questões.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud