ONU diz que Conselho de Segurança deve permanecer unido
BR

4 setembro 2017

Chefe de Assuntos Políticos das Nações Unidas, Jeffrey Feltman, afirma que órgão deve tomar ação devida sobre novo teste nuclear pela Coreia do Norte, anunciado no domingo; Conselho fez reunião de emergência nesta segunda-feira sobre o tema.

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.

O subsecretário-geral para Assuntos Políticos da ONU pediu ao Conselho de Segurança para continuar unido no tema sobre a Coreia do Norte. Jeffrey Feltman discursou na abertura de uma reunião de emergência realizada pelo órgão nesta segunda-feira.

O encontro foi convocado horas após a Coreia do Norte anunciar mais um teste nuclear, ocorrido no domingo.

Diplomacia

Segundo Feltman, o Conselho deve tomar a ação apropriada contra o ensaio que consistiu de uma bomba de hidrogênio para um míssil balístico internacional.

Para o subsecretário-geral, uma resposta abrangente e de ousada diplomacia é necessária para quebrar o que ele chamou de um “ciclo de provocações pela Coreia do Norte”.

As Nações Unidas também destacaram a importância de uma resposta humanitária apesar da situação política. Os norte-coreanos contam com a comunidade internacional para auxílio humanitário.

Hiroshima

Desde janeiro, o Conselho de Segurança já se reuniu 10 vezes para debater a Coreia do Norte.

Feltman lembrou que o ensaio de domingo foi um passo muito importante na direção de se atingir um objetivo final de um estado de força nuclear.

Ele afirmou que o armamento utilizado pode ser considerado, em média, ao menos cinco vezes mais poderoso que o que levou à explosão em Hiroshima, no Japão, durante a Segunda Guerra Mundial.

O subsecretário-geral disse que está alarmado com o que classificou de provocação perigosa e que a ONU continuará acompanhando a situação.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud