Perto do fim de inscrições, OIM prevê evento com cineastas de 100 países

5 setembro 2017

Festival Internacional de Cinema sobre Migração decorre em dezembro em Genebra; cineastas de cinco nações de língua portuguesa são elegíveis para participar do “Eu sou um Migrante”.

Eleutério Guevane, da ONU em Nova Iorque.

A Organização das Nações Unidas para Migrações, OIM, prevê que representantes de 100 países participem no evento anual que vai juntar cineastas amadores, profissionais e emergentes para mudar a perceção da experiência de migrantes.

As inscrições para a segunda edição do Festival Internacional de Cinema sobre Migração “Eu sou um Migrante” encerram a 17 de setembro. O evento terá lugar em Genebra entre 5 e 18 de dezembro.

Novas comunidades

Este ano são elegíveis participantes de todas as nações lusófonas exceto Guiné-Bissau, Cabo Verde e Angola. Em 2015, o Festival Global de Migração envolveu 89 países.

A OIM revelou que os cineastas profissionais e emergentes devem retratar desafios da migração dos fogem das suas casas em busca de uma vida melhor, bem como as contribuições dos migrantes para suas novas comunidades.

Experiência

Entre as três categorias para 2017 está a dos cineastas cujos vídeos, de duração entre um a três minutos, devem retratar uma experiência ou perfil de migrantes. Os vencedores terão direito a receber US$ 100.

Entre cineastas profissionais e emergentes cada filme participante deve durar pelo menos 25 minutos e a avaliação deverá ser feira por profissionais do cinema internacional. Para estas categorias o prémio deve chegar a US$ 1,5 mil.

Notícas relacionadas:

Novo estudo examina ligação entre fome e migração na América Central

Mais de 2,4 mil pessoas morreram no mar Mediterrâneo em 2017  

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud