Agências fornecem ajuda à cidade sitiada na Líbia

23 agosto 2017

Alguns relatos dão conta de proibições da entrada de camiões com combustível e outros recursos; grupos de milícias confrontaram recentemente o grupo Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.*

O Escritório de Coordenação de Assuntos Humanitários, Ocha, anunciou que esforços de parceiros humanitários permitiram um alívio temporário ao cerco à cidade portuária de Derna, no nordeste da Líbia.

Com a medida, vários civis deixam mais livremente a área, podem atender suas necessidades básicas, continuar os estudos fora do centro urbano ou receber tratamento para emergências médicas.

Saúde, educação e economia

Antes do anúncio, a ONU News conversou com a vice-representante do secretário-geral para a Líbia. De Trípoli, Maria do Valle Ribeiro, contou que as áreas marcadas por confrontos recentes precisam de mais serviços de saúde, educação e apoio económico.

“Estamos também a acompanhar a situação na cidade de Derna. Há um trabalho muito grande de reconstrução e de restabelecimento dos serviços de base. Mas também no resto do país tem-se acompanhado uma transição que tem levado a mostrar as fraquezas e os desafios na organização, por exemplo, nos servidos de saúde.”

 Serviços essenciais

Agências de notícias informaram que milícias reivindicaram a recuperação da cidade antes controlada pelo grupo terrorista Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil.

O Ocha informou que nos últimos dias decorrem ações para abastecer às populações de Derna com serviços essenciais que incluem medicamentos, peças sobressalentes e materiais para a central para dessalinizar a água. Na área foi igualmente permitida a entrada de artigos como gás de cozinha.

De acordo com as Nações Unidas, mesmo com o levantamento temporário  há queixas de proibições da entrada de camiões que transportam combustível, gás de cozinha e outros bens.

Residentes da área também relatam episódios de intimidação e um caso de detenção num ponto de controlo.

*Apresentação: Denise Costa.

Notícias relacionadas:

Jovens da Líbia "precisam sentir confiança" que vão ter oportunidades 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud