Mais de 2,4 mil pessoas morreram no mar Mediterrâneo em 2017

21 agosto 2017

OIM revela que número é registado pelo quarto ano consecutivo; mais de metade das mortes de migrantes e refugiados no planeta ocorreram nas rotas a caminho da Europa; sobe número de pessoas que optam pela via marítima para chegar à Espanha.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.*

A Organização Internacional para Migrações, OIM, afirmou que 2017 é o quarto ano consecutivo em que o número de mortes superou 2,4 mil no Mar Mediterrâneo.

A agência destaca que ocorreram 2.410 casos fatais nessas rotas marítimas este ano. O número corresponde 800 mortes a menos que no mesmo período do ano passado.

Espanha

Neste ano, a OIM já registou 3.393 mortes em todo o mundo até 16 de agosto. Mais da metade dos óbitos ocorridos a nível global aconteceram na região do Mar Mediterrâneo.

Segundo a agência, mais de 9 mil migrantes e refugiados chegaram à Espanha em 2017. O número de mortes no trajeto foi de pelo menos 121, sete a menos que no ano passado.

De acordo com a OIM, 41 mortos foram registados na fronteira turco/síria.

*Apresentação: Denise Costa.

Notícias relacionadas:

Especialistas alertam que nova política europeia de resgate ameaça vidas no mar

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud