Acnur aumenta ajuda humanitária para quem retorna a Mossul, no Iraque
BR

14 agosto 2017

Cidade foi liberada do controle do grupo terrorista Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil, em julho; agência da ONU afirmou que dos seus 54 distritos, 15 foram totalmente ou parcialmente destruídos.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

A Agência da ONU para Refugiados, Acnur, aumentou a ajuda humanitária a milhares de pessoas deslocadas e que estão retornando à cidade de Mossul, no Iraque.

O porta-voz do Acnur, Andrej Mahecic, disse que a avaliação feita pela agência mostrou que a população que está retornando precisa de todo o tipo de assistência.

Urgente

Mas ele afirmou que o mais urgente é em relação a abrigo, especialmente na parte oriental da cidade, que foi liberada do controle do grupo terrorista Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil, em julho.

Mahecic declarou que “muitos bairros nessa região sofreram muitos danos ou foram totalmente destruídos durante meses de conflito.

Organizações parceiras da ONU disseram que dos 54 distritos de Mossul, 15 foram completamente ou parcialmente destruídos, outros 23 sofreram danos moderados e os 16 restantes não registraram muitos estragos.

Explosivos

Segundo o porta-voz, minas terrestres e outros tipos de explosivos representam as maiores ameaças aos residentes da região, principalmente crianças.

As famílias que estão retornando enfrentam problemas básicos como, por exemplo acesso à água potável, combustíveis ou eletricidade.

Segundo dados do governo, 79 mil pessoas voltaram para casa no oeste de Mossul e mais de 165 mil à parte leste da cidade, que sofreu danos menores.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud