Formação com agências da ONU ajuda segurança em fronteiras de África

9 agosto 2017

Curso promovido com ajuda da Agência da ONU para Migrações, OIM, e a Organização Internacional da Aviação Civil, Icao, contou com participantes do Quénia, da Tanzânia e de Uganda.

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.

Uma formação para detetar fraudes e garantir a segurança de documentos de viagem foi concluída na Tanzânia no último dia 4 de agosto.

O curso realizado pela Agência da ONU para Migrações contou com o apoio da Organização Internacional de Aviação Civil, Icao. O objetivo é reforçar a capacidade dos países africanos no controlo de suas fronteiras e na entrada de migrantes.

Autenticidade

Os participantes do Quénia, de Uganda e do país anfitrião, a Tanzânia, já trabalham no controlo de fronteiras e nos sistemas de aviação das três nações.

As agências da ONU já cooperam em áreas como identificação de viajantes através de um memorando de entendimento assinado em novembro passado.

O chefe de Missão da OIM na Tanzânia, Qasim Sufi, afirmou que o importante agora é alcançar os pontos tratados no memorando. Na formação, a Icao ensinou sobre o controlo e autenticidade dos documentos em fronteiras de aeroportos africanos.

O curso foi possível devido a um financiamento oferecido pela Arábia Saudita e foi a primeira de uma série de três que serão realizados em países africanos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud