Portugal apoia 100% agenda de igualdade de géneros das Nações Unidas

3 agosto 2017

Vice-chefe da Missão do país na ONU, Cristina Pucarinho, afirmou à ONU News que secretário-geral precisa de contar com os países-membros para implementar o que é uma das suas prioridades no posto.

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.

Portugal está plenamente de acordo com a implementação da paridade de géneros com uma das prioridades do secretário-geral António Guterres.

Em entrevista à ONU News, a vice-representante de Portugal junto às Nações Unidas, em Nova Iorque, Cristina Pucarinho disse que o Objetivo 5 de Desenvolvimento Sustentável é parte também da agenda nacional portuguesa. E segundo ela, com a cooperação de todos, o chamado planeta 50:50 poderá ser construído muito em breve.

Símbolo

“Nós estamos convencidos que este secretário-geral irá, efetivamente, implementar uma política de igualdade de género na organização, que é necessária porque como símbolo, como referência, as Nações Unidas devem projetar essa imagem.”

António Guterres, ex-primeiro-ministro de Portugal, e ex-alto-comissário para refugiados, assumiu a liderança da ONU em janeiro deste ano. A paridade de géneros é  parte da proposta de Guterres para o presente e o futuro da ONU. Ele próprio nomeou mulheres para posição de destaque dentro de seu gabinete e na liderança da organização incluindo a vice-secretária-geral, Amina Mohammed.

“Essa é uma agenda importante, fundamental, totalmente transversal. E tem que ser um objetivo central desta organização. E que é também das políticas nacionais portuguesas, e nós apoiamos muito em cima e apoiaremos de todas as formas possíveis, que o secretário-geral efetivamente condições para implementar aquilo que foi uma sua prioridade.”

Primeira mulher

Cristina Pucarinho, a vice-chefe da Missão de Portugal junto à ONU,  é também a primeira mulher a ocupar o posto em Nova Iorque.

Ela falou à ONU News em junho para uma reportagem sobre seu trabalho na Missão e a cooperação de Portugal com  a organização.

Parte da entrevista com o perfil da embaixadora pode ser conferido aqui.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud