OMS entrega 30 toneladas de remédios e equipamentos na Síria
BR

2 agosto 2017

Essa foi a primeira operação feita pela agência da ONU em três anos para levar suprimentos pelas estradas do país a clínicas na região de Al-Qamishli; material será usado no tratamento de pessoas deslocadas pela violência em Raqa, na região nordeste.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

Pela primeira vez em três anos, a Organização Mundial da Saúde, OMS, conseguiu levar quase 30 toneladas de remédios e equipamentos médicos para Al-Qamishli, na Síria.

Desde 2014, o transporte de produtos de saúde pelas estradas da região havia sido cancelado por causa da violência.

Clínicas

O material foi entregue a clínicas e hospitais de Al-Qamishli, por rodovias, para atender a quase 150 mil pessoas deslocadas pelos conflitos em Raqa, Deir Ez-zor e Al-Hassakeh, localizadas no nordeste e sudeste do país.

A representante da OMS na Síria, Elizabeth Hoff, disse que a reabertura das rodovias facilitou a entrega de remédios vindos de Damasco, a capital, e das cidades de Alepo e Latakia.

Segundo Hoff, a agência poderá alcançar mais pessoas carentes na região nordeste.

Plano

O plano da OMS agora é manter o envio contínuo de suprimentos médicos para fortalecer a resposta de saúde, principalmente para os feridos, em estado grave ou que sofrem de doenças crônicas.

Desde o início deste ano, a organização já conseguiu levar remédios para realizar mais de 7 milhões de tratamentos de saúde por toda a Síria.

Notícias relacionadas:

Milhares de civis permanecem presos em Raqa, na Síria

Guterres saúda possível cessar-fogo na Síria e entrega de ajuda humanitária

Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News 

Baixe o aplicativo/aplicação para  iOS ou Android

Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud