Para OIT, Brics têm papel importante no combate aos desafios no trabalho
BR

27 julho 2017

Diretor-geral disse que agência da ONU está pronta para apoiar países do grupo a lidar com questões sociais e econômicas; fazem parte do Brics: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

O diretor-geral da Organização Internacional do Trabalho, OIT, Guy Ryder, afirmou que os países que formam o Brics, grupo de nações emergentes, têm um papel importante para combater os desafios no setor de trabalho no mundo.

Fazem parte do Brics o Brasil, a Rússia, a Índia, a China e a África do Sul. Ryder fez a declaração, esta quinta-feira, na abertura da 3ª Reunião Ministerial do grupo, que está sendo realizada Chongqing, na China.

Dinâmica

Segundo o chefe da agência da ONU, “a posição estratégica do Brics e seu peso e dinâmica na econômia global significa que esses países estão lidando com esses desafios”.

Ele disse que Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul representam 48% da população mundial e 21% da produção global.

Ao se aproximar do aniversário de 10 anos da criação do grupo, Ryder afirmou que o Brics se transformou num “ator-chave” no âmbito internacional e também na criação de leis e políticas para o setor.

Agenda 2030

A agenda da reunião está alinhada a duas metas importantes, a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e a Iniciativa da OIT sobre o Futuro do Trabalho.

Para Ryder, a declaração final do encontro na China vai contribuir para o fortalecimento do setor antes da conferência dos líderes do Brics, que vai acontecer também no país, em setembro.