Enviado da ONU informa melhora na situação de segurança no Burundi

26 julho 2017

Michel Kafando falou pela primeira vez ao Conselho de Segurança como enviado especial do secretário-geral para o país africano; segundo o representante, situação socioeconómica estaria a deteriorar-se; Kafando defendeu diálogo inclusivo para resolução da crise. 

Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque.

O enviado especial do secretário-geral das Nações Unidas para o Burundi, Michel Kafando, falou ao Conselho de Segurança nesta quarta-feira sobre a situação no país em seu primeiro informe ao órgão da ONU nesta função.

O representante afirmou que as autoridades burundesas e a oposição têm visões divergentes sobre a situação política no país, em um contexto socioeconómico difícil.

Economia e segurança

Falando em francês, Kafando afirmou que a “situação socioeconómica continua a se degradar devido à conjuntura política tensa”, ressaltando que o desemprego, especialmente entre jovens, é uma realidade.

O enviado especial, no entanto, destacou que a situação de segurança melhorou desde o início do ano.

Diálogo

Kafando declarou ainda ser “imperativo” que o governo do Burundi concorde com um diálogo inclusivo com a oposição. Para ele, está é uma condição fundamental para a resolução da crise.

Em seu informe ao Conselho, o representante citou ainda sua visita recente ao Burundi e à Tanzânia. e defendeu apoio às ações regionais.

Notícias Relacionadas:

Beyoncé e Unicef em parceria para levar água potável a crianças no Burundi

Entrevista: Papel da ONU para ajudar o Burundi a sair da crise política

Crise no Burundi é tema de encontros entre enviado da ONU e líderes em África

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud