ONU nomeia equipe de peritos internacionais para Kassais na RD Congo

26 julho 2017

Grupo com especialista em direitos humanos conta com profissionais do Senegal, da Mauritânia e do Canadá; mandato foi autorizado pelo Conselho de Direitos Humanos em 22 de junho.

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.

O alto comissário de direitos humanos da ONU nomeou um grupo de peritos para apurar a onda de violência nas regiões de Kassai, na República Democrática do Congo.

Zeid Al Hussein informou, em comunicado, que Bacre Ndiaye, do Senegal, Luc Côté, do Canadá, e Fatimata M’Baye, da Mauritânia, comporão a equipa que será liderada por Ndiaye.

Violações

A formação do grupo foi proposta num mandato em 22 de junho pelo próprio Conselho de Direitos Humanos. Na resolução, o órgão expressou grave preocupação com relatos de uma vaga de violência, violações sérias de direitos humanos, abusos e violação da lei internacional em Kassai e nos Kassais Central e Oriental

A resolução do Conselho também menciona recrutamento de crianças-soldado, violência sexual e de género, destruição de propriedades, escolas, lugares de culto e da infraestrutura estatal por milícias locais. O documento aponta para a presença de valas comuns.

A equipa de peritos deverá recolher informações e determinar factos e circunstâncias de acordo com os padrões internacionais. Será preciso ainda garantir a proteção de todos que cooperam com a equipa em colaboração com o governo congolês.

O alto comissário Zeid Al Hussein deverá apresentar uma atualização da situação na região dos Kassais, marcada para março de 2018.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud