Moçambique: Unesco apoia formação sobre jornalismo de género

6 julho 2017

Capacitação junta representantes de meios de comunicação social do setor público e privado;  meta é aplicar promoção e igualdade de género e nos direitos humanos da mulher e  das meninas. 

Ouri Pota, de Maputo para a ONU News.  

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco,  apoia uma capacitação sobre jornalismo de género em Moçambique.

Os envolvidos são responsáveis de diferentes meios de comunicação social do setor público e privado.

Apoio

A iniciativa é da Comissão Nacional para a Unesco em Moçambique, Natcom, em parceria com o Gabinete de Informação do Governo, Gabinfo.

A capacitação  tem o apoio do escritório da Unesco em Maputo, no âmbito da implementação do projecto financiado pelo Fundo Malala para Educação de Mulheres e Raparigas.

Para o representante da Unesco em Moçambique, Moussa-Elkadhum, Djaffar, o seminário de capacitação sobre jornalismo sensível ao género visa trazer novas abordagens nas redações.

Ferramentas

“O nosso objetivo é a partilha de conhecimentos e ferramentas que possam ser aplicadas nas suas instituições com o fim de promover a igualdade de género e os direitos humanos da mulher e rapariga, e sobretudo contribuir para a representação positiva das mulheres na mídia, combate aos estereótipos de género e para uma efetiva transformação da sociedade no que tange às relações de género”

O representante da agência lançou um desafio aos participantes com vista a alterar a projeção contínua de imagens negativas e degradantes de mulheres nos meios de comunicação social.

Instrumentos internacionais

“A prática do jornalismo sensível ao género, a representação e o retrato das mulheres no conteúdo da mídia são reconhecidos pela Unesco e todas as Agências das Nações Unidas como um meio fundamental para a promoção dos direitos humanos, a igualdade de género e da harmonia social, mas também como um instrumento para o alcance do desenvolvimento sustentável centrado nas pessoas”.

Durante o seminário os participantes vão debater questões relacionadas com os instrumentos internacionais e regionais sobre igualdade de género e media.

Outras questões são ligadas aos conceitos de género e implicações para a comunicação social e pré-requisitos para o jornalismo sensível ao género.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud