OMS declara fim do surto de ébola iniciado em maio na RD Congo

3 julho 2017

Quatro pessoas perderam a vida devido à ocorrência do vírus registada a 11 de maio; último paciente testou negativo para a doença na província ocidental de Bas-Uélé.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, declarou esta segunda-feira o fim do mais recente surto de ébola na República Democrática do Congo, RD Congo.

A agência revelou que quatro pessoas morreram e outras quatro sobreviveram na oitava ocorrência do vírus registada  no país africano desde 1976.

Teste negativo

O anúncio ocorre depois do resultado negativo no segundo teste feito ao último paciente que foi confirmado na província de Bas-Uélé, a oeste.

O Ministério da Saúde Pública da RD Congo declarou oficialmente um surto do vírus a 11 de maio, quando foi registado “um grupo de doenças não diagnosticadas e óbitos” por sintomas como sangramento no distrito de Likati.

A área remota e de difícil acesso faz fronteira com a República Centro-Africana e com  outras duas províncias congolesas.

A mais recente ocorrência do ébola segue-se à epidemia que começou em 2014 e foi marcada pela morte de mais de 11 mil pessoas na África Ocidental.

Notícias relacionadas:

Voluntários de saúde na RD Congo tentam conter surto de ébola

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud