Ataque contra ONU na Líbia “não vai prejudicar compromisso com o país”
BR

29 junho 2017

Granada atingiu veículo da Missão das Nações Unidas que levava 14 pessoas e várias ficaram feridas; vice-chefe da Unsmil explica que continuam os trabalhos por soluções políticas e apoio humanitário.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

Uma equipe da Missão das Nações Unidas na Líbia, Unsmil, foi atacada na quarta-feira, enquanto seguia viagem de Surmon para Trípoli. Uma granada atingiu o veículo onde estavam 14 funcionários da missão e da Organização Internacional para Migrações.

O motorista ficou ferido, mas todos conseguiram chegar à capital do país com segurança.

Operações

A vice-chefe da Unsmil, Maria do Valle Ribeiro, confirmou à ONU News que apesar do ataque, as Nações Unidas continuam comprometidas com o país.

“Quero reiterar o compromisso das Nações Unidas a continuar a trabalhar com o povo da Líbia em termos de procurar buscar soluções políticas sustentáveis, mas também no apoio humanitário e no apoio à reconstrução e ao reforço das instituições de serviços de base e instituições nacionais.”

Segundo Maria do Valle Ribeiro, a Unsmil ainda busca mais detalhes sobre as causas do ataque, mas ela destaca que esse tipo de incidente contra a ONU não é comum no país.

Os funcionários que estavam no comboio atacado tinham visitado um centro de detenção para checar alegações de abusos contra mulheres.

Notícias Relacionadas:

OIM recolhe dados sobre condições de migrantes detidos na Líbia

Naufrágios podem ter matado 130 no Mediterrâneo esta segunda-feira

Líbia: produção de petróleo subiu quatro vezes desde 2016

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud