Guterres menciona sucesso de Portugal no combate ao uso de drogas
BR

26 junho 2017

26 de junho é o Dia Internacional contra Abuso de Drogas e Tráfico Ilícito; secretário-geral da ONU afirma que nação europeia tem uma das menores taxas de morte entre usuários do continente; implementação de políticas é essencial.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

Esta segunda-feira, 26 de junho, é o Dia Internacional contra Abuso de Drogas e Tráfico Ilícito. O secretário-geral da ONU aproveita a data para reforçar a importância dos governos cumprirem com medidas para reduzir o problema.

António Guterres lembra que no ano passado, os países-membros concordaram com uma série de ações durante uma sessão especial da Assembleia Geral sobre o problema mundial das drogas.

Plano Mundial

Um relatório recente lançado pela organização afirma que 250 milhões de pessoas consumiram algum tipo de droga em 2015, sendo que 29,5 milhões enfrentaram problemas como dependência.

Segundo o chefe da ONU, os governos criaram um plano que leva em conta a igualdade, os direitos humanos, a segurança e o desenvolvimento sustentável. Guterres cita inclusive sua experiência pessoal em relação à prevenção do uso de drogas, quando foi primeiro-ministro de Portugal (1995-2001).

Exemplo português

Ele explica que introduziu no país medidas de controle de posse de drogas para uso pessoal, todas baseadas em convenções internacionais sobre narcóticos. Foram também disponibilizados mais recursos para prevenção, tratamento e programas de reintegração social dos usuários.

António Guterres afirma que atualmente, Portugal tem uma das taxas mais baixas de morte por uso de drogas da Europa. Em 2001, o país tinha o índice mais alto de HIV entre usuários de drogas injetáveis da região, mas desde a implementação das políticas, esse “índice caiu de forma dramática”.

Impactos

O secretário-geral da ONU sente-se orgulhoso desses resultados e espera “que essa experiência contribua para a discussão e incentive os países-membros a continuar explorando soluções baseadas em evidências”.

Apesar de “riscos e desafios ligados ao combate a este problema global”, Guterres espera e acredita que o mundo esteja no caminho certo e que juntos, países e ONU implementem uma abordagem “coordenada, equilibrada e compreensiva que leve a soluções sustentáveis”.

Para ele, esta é a melhor maneira de implementar as medidas acordadas na Assembleia Geral e ter um “impacto positivo na vida de milhões de pessoas”.

Notícias Relacionadas:

Entrevista: Casos de HIV aumentam em usuários de drogas injetáveis

Problemas com drogas afetaram 29 milhões de pessoas em 2015

Unodc: Grupos criminosos aumentam a sua capacidade com novas tecnologias 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud