Refugiados sul-sudaneses recebem apoio de saúde da OMS no Sudão

9 junho 2017

Organização Mundial da Saúde ajuda autoridades de saúde a garantir que todos recebam proteção contra doenças perigosas; quase 400 mil refugiados estão abrigados no Sudão; a maioria mora em acampamentos.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

O número de sul-sudaneses a fugir do conflito e da insegurança alimentar aumenta e o país vizinho, o Sudão, está a ter problemas para garantir serviços básicos, como assistência de saúde.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, está a apoiar as autoridades nacionais para garantir que os refugiados fiquem protegidos de doenças perigosas. Quase 420 mil civis do Sudão do Sul estão refugiados no Sudão, sendo que no mês de maio, o país recebeu 2 mil pessoas por dia.

Riscos

A OMS explica que muitos civis chegam exaustos após a longa viagem e necessitam de abrigo, comida e assistência de saúde. Muitas mulheres e crianças estão há mais de dois anos sem receber vacinas. Com o corpo fraco de fome, elas estão em mais risco de pegar doenças.

Nos acampamentos, existe superlotação e falta de água e de saneamento. Essas condições aumentam os riscos de diarreia aguda e casos já foram reportados em campos no estado Nilo Branco.

Neste local, a OMS está a enviar medicamentos para os centros de tratamento. Em todos os estados do Sudão, a agência da ONU também treina equipas de saúde para o controlo e prevenção de infeções.

Vacinas

Neste mês de junho, a OMS e o Ministério da Saúde estão a ampliar o sistema de alerta que deteta surtos, com o treinamento de mais de 260 agentes de vigilância em saúde em seis estados sudaneses.

A agência também acaba de lançar uma campanha de vacinação em dois acampamentos a abrigar refugiados sul-sudaneses nos estados de Kordofã Sul e Kordofã Oeste. Mais de 51,5 mil crianças e adultos vão receber a vacina contra cólera.

A OMS garante que a saúde dos refugiados sul-sudaneses é prioridade para as equipas da agência no Sudão.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud