ONU quer que inteligência artificial combata desafios da humanidade
BR

8 junho 2017

Encontro sobre o tema está sendo realizado nesta semana em Genebra com apoio de agências da ONU; para secretário-geral das Nações Unidas, chegou o momento de todos considerarem como a inteligência artificial vai afetar futuro.

Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque.

A inteligência artificial é responsável por carros que se movem sem motorista e smartphones que reconhecem o som da voz, mas essa semana as Nações Unidas estão reorientando a tecnologia para o desenvolvimento sustentável e ações globais para eliminar a pobreza e a fome e para proteger o ambiente.

A Cimeira Global Inteligência Artificial para o Bem, em tradução livre, começou na quarta-feira em Genebra e é co-organizada pela União Internacional das Telecomunicações, UIT, a Fundação XPRIZE, com apoio de cerca de 20 agências da ONU. O encontro reúne inovadores da área a trabalhadores humanitários e acadêmicos.

Nova fronteira

O secretário-geral da ONU, António Guterres, declarou que a inteligência artificial tem o potencial de “acelerar o progresso na direção de uma vida digna, em paz e prosperidade para todas as pessoas”.

Para Guterres, chegou o momento de todos – governo, indústria e sociedade civil – considerarem como a inteligência artificial vai afetar o futuro.

Em mensagem de vídeo para o encontro, ele chamou essa tecnologia de “uma nova fronteira” com avanços de movendo com muita rapidez.

Segurança

O chefe da ONU afirmou que embora a inteligência artificial já esteja transformando o mundo “socialmente, economicamente e politicamente”, também há graves desafios e questões éticas que devem ser consideradas, incluindo segurança cibernética, direitos humanos e privacidade.

O secretário-geral da UIT, Houlin Zhao, afirmou que o evento é uma “plataforma neutra para o diálogo internacional” que pode criar um entendimento comum sobre tecnologias emergentes e como estar podem ser aplicadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Notícias Relacionadas:

Guterres: "Há ainda um passo que falta dar na economia verde"

UIT quer acelerar estudos sobre gerenciamento de cidades inteligentes

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud