ONU condena atentados terroristas que podem ter matado 12 no Irã
BR

7 junho 2017

Secretário-geral espera que os responsáveis pelo ataque sejam levados rapidamente à justiça; Conselho de Segurança fez um minuto de silêncio.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, condenou os atentados terroristas ocorridos esta quarta-feira em Teerã, capital do Irã.

Os ataques ao mausoléu do Aiatolá Khomeini e ao prédio do Parlamento iraniano deixaram pelo menos 12 mortos, segundo as agências de notícias.

Na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, o porta-voz de Guterres, Stephane Dujarric, disse que o chefe da ONU enviou pêsames ao governo do Irã e às famílias das vítimas.

Ele desejou também pronta recuperação aos feridos nos atentados.

O porta-voz lembrou que Guterres quer que todos os países cooperem na luta contra o terrorismo mantendo os valores e os direitos universais que unem a comunidade global.

O secretário-geral espera que os responsáveis por essa “violência injustificável” sejam levados rapidamente à justiça.

O Conselho de Segurança da ONU realizou um minuto de silêncio antes da abertura da sessão desta quarta-feira em homenagem às vítimas dos atentados em Teerã.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud