Estrelas do cinema e do esporte unidas ao Unicef para celebrar paternidade
BR

6 junho 2017

Campanha “Super Pais” destaca o papel fundamental dos pais no desenvolvimento inicial das crianças; mais de 90 países no mundo celebram o Dia dos Pais em junho; iniciativa publicará fotos e vídeos nas redes sociais.

Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque.

Estrelas do mundo do entretenimento e do esporte, incluindo Mahershala Ali, vencedor do Oscar de melhor ator coadjuvante em 2017, Hugh Jackman, David Beckham, Lewis Hamilton, Novak Djokovic e Daniel Cormier juntaram-se à campanha “Super Pais” do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef.

A nova iniciativa da agência da ONU, lançada nesta terça-feira, celebra a paternidade e destaca a importância de amor, brincadeiras, proteção e boa nutrição para o desenvolvimento saudável do cérebro de crianças pequenas.

Redes Sociais

Mais de 90 países no mundo celebram o Dia dos Pais em junho e a iniciativa convida famílias a postarem fotos e vídeos sobre o que é preciso para ser um “super pai” usando a hashtag #EarlyMomentsMatter em suas contas no Instagram e Twitter.

Para inspirar famílias em todo o mundo a partilharem seus momentos de “super pais”, fotos e vídeos de embaixadores do Unicef e apoiadores da campanha serão postadas nas contas da agência da ONU nas redes sociais e estarão publicadas na galeria da iniciativa entre 6 e 18 de junho.

O tenista Novak Djokovic, embaixador da Boa Vontade do Unicef, afirmou que como pai, viu com os próprios olhos o impacto positivo que demonstração de amor teve nos primeiros anos de seu bebê.

Ele declarou que ser pai pela primeira vez não é fácil e que há muitos desafios. Para Djokovic, a campanha é sobre apoiar e encorajar pais para que possam ser “os Super Pais que seus filhos precisam desesperadamente”.

Refugiados

Os vídeos e fotos de celebridades serão reunidos a histórias de pais ao redor do mundo, incluindo os que estão fazendo o melhor que podem para criar seus filhos em circunstâncias extremamente difíceis.

Um desses “super pais” é Idro, um refugiado sul-sudanês que está criando três filhas de dois meses, três e 13 anos no assentamento de  Bidi Bidi, em Uganda.

Idro fugiu de seu país, afetado por conflito, em julho de 2016 e está fazendo tudo o que pode para manter suas filhas saudáveis, felizes e seguras.

Fase fundamental

Segundo a chefe de desenvolvimento da primeira infância do Unicef, Pia Britto, os primeiros anos de vida apresentam uma oportunidade fundamental e única para moldar o desenvolvimento do cérebro de uma criança.

Britto afirmou que quanto mais os pais, as mães e outros membros da família derem a seus bebês e crianças pequenas amor, brincadeira, boa nutrição e proteção, melhores serão as chances que esses menores tenham saúde, felicidade e habilidade de aprendizado.

Tempo e informação

A especialista do Unicef defendeu ainda ser preciso derrubar obstáculos da sociedade e do mundo do trabalho que priva pais e mães de “tempo precioso” com seus filhos pequenos.

Para Pia Britto, é fundamental que governos e setor privado trabalhem com as comunidades para dar a pais e cuidadores o tempo, os recursos e as informações que precisam para dar a suas crianças o melhor começo na vida.

A iniciativa “Super Pais” é parte da campanha #EarlyMomentsMatter do Unicef, que busca aumentar o entendimento sobre como as experiências da primeira infância podem moldar a saúde, bem-estar e habilidade de aprendizado de crianças no futuro e até o quanto vão receber de salário como adultos.

Notícias Relacionadas:

Primeiros mil dias de vida são cruciais para desenvolvimento do cérebro

Filme brasileiro sobre primeira infância é lançado na ONU

Em vídeo para o Unicef, David Beckham pede fim da violência a crianças 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud