1 milhão assinam petição pedindo o fim do descarte de plásticos
BR

6 junho 2017

Documento foi entregue à ONU Meio Ambiente; chefe da agência destaca que 8 milhões de toneladas de plásticos vão parar nos oceanos todos os anos; 20 países já se comprometeram com campanha para limpar os mares.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

A agência ONU Meio Ambiente recebeu esta terça-feira uma petição com mais de 1 milhão de assinaturas pedindo o fim do descarte de plástico após um único uso.

A meta é acabar com essa prática nos próximos cinco anos e a petição apoia a campanha Mares Limpos da agência da ONU.

Milhões de toneladas

Mais de 20 países estão de acordo com a campanha, que pede a governos, indústrias e cidadãos para acabar com o uso excessivo e o desperdício de plástico e eliminar os microplásticos dos cosméticos.

Segundo o chefe da ONU Meio Ambiente, “8 milhões de toneladas de plástico vão parar nos oceanos todos os anos, ameaçando a vida marinha”. Erik Solheim agradeceu a 1 milhão de pessoas que assinaram a petição e garantiu trabalhar para que mais países apoiem a campanha.

Experiência virtual

O projeto Mares Limpos foi lançado em fevereiro. A Indonésia se comprometeu a reduzir seu lixo marinho em 70%; o Quênia deve aprovar o fim do uso de sacolas plásticas em setembro e a Suécia anunciou apoio financeiro para o combate ao lixo dos oceanos.

A petição foi entregue na ONU, em Nova Iorque, que realiza a primeira Conferência Global sobre os Oceanos. O recém-nomeado embaixador da ONU Meio Ambiente, o ator Adrian Grenier, participa da conferência e vai inaugurar a Experiência Mares Limpos, um tour virtual sobre o impacto da poluição nos oceanos.

A agência da ONU espera que 1 mil pessoas, entre diplomatas e representantes do setor privado e da sociedade civil, visitem a exposição ao longo desta semana. O projeto é apoiado pela empresa Dell, que vai transformar plásticos recolhidos de praias e áreas costeiras em embalagens para seus produtos.

Notícias Relacionadas:

"O mar tem muito a dar à Guiné-Bissau", diz representante guineense

Estratégia conjunta de preservação é mensagem são-tomense para oceanos

"Da minha língua vê-se o mar", declara Guterres na Conferência de Oceanos 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud