ONU condena ataque que matou dezenas no Afeganistão
BR

31 maio 2017

Ação ocorreu em distrito diplomático da capital Cabul na manhã desta quarta-feira; de acordo com agências de notícias, pelo menos 90 pessoas morreram e cerca de 400 ficaram feridas; secretário-geral da ONU condenou fortemente a ação.

Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, condenou fortemente o atentado terrorista ocorrido nesta quarta-feira no distrito diplomático da capital do Afeganistão, Cabul.

Em nota emitida por seu porta-voz, Guterres expressou sua repugnância e ressaltou a necessidade de reforçar a luta contra o terrorismo e o extremismo violento.

Justiça

O comunicado destaca que “ataques indiscriminados a civis são violações graves dos direitos humanos e da lei humanitária internacional e não podem nunca ser justificados”. A nota defende ainda que os responsáveis pelos ataques desta quarta-feira devem ser levados à justiça.

De acordo com agências de notícias, pelo menos 90 pessoas morreram e cerca de 400 ficaram feridas. O ataque ocorreu em uma área diplomática por volta das 08:50 da manhã, hora local.

Os relatos das agências de notícias indicam que o impacto da explosão abriu uma enorme cratera na área, partiu vidros e portas situadas a centenas de metros do local. Até o momento nenhum grupo reinvidicou a autoria do atentado.

Solidariedade

O secretário-geral reafirmou a solidariedade das Nações Unidas com a população e o governo do Afeganistão. Ele expressou condolências às famílias das vítimas e desejou rápida recuperação aos feridos.

A Missão das Nações Unidas no Afeganistão, Unama, também condenou o ataque ocorrido na manhã desta quarta-feira em Cabul.

Notícias Relacionadas:

Primeiro trimestre tem leve redução no número mortos e feridos no Afeganistão

Vacinas fornecidas pelo Unicef chegam a metade das crianças no mundo

ONU saúda progresso do Afeganistão na luta contra a corrupção 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud