Na ONU, enviado avisa que situação pode ficar “incontrolável” em Gaza
BR

26 maio 2017

Coordenador para o Processo de Paz no Oriente Médio falou ao Conselho de Segurança; problemas incluem  desentendimentos entre facções, crise humanitária devido à falta de energia e prisioneiros em greve de fome

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

O Conselho de Segurança debateu esta sexta-feira a situação palestina após acompanhar o informe do coordenador especial da Nações Unidas para o Processo de Paz no Médio Oriente.

Nickolay Mladenov alertou ao órgão que se não houver medidas urgentes para atenuar a crise na Faixa de Gaza, a situação pode ficar incontrolável com consequências arrasadoras para palestinos e israelenses.

Facções

O representante disse que o cenário entre as facções locais tem se alterado depois do anúncio de uma nova instituição paralela para lidar com os assuntos do governo.

Mladenov declarou que desde que o Hamas formou um comitê de administração em março, a disputa entre palestinos piorou muito as relações entre o Fatah e o Hamas.

O enviado contou que em abril,  “a dinâmica complexa” que se vive na região tem criado um ambiente explosivo. Ele disse que Gaza “caminha para outra crise com os olhos bem abertos”.

Problemas

Desde abril, a maioria dos palestinos em Gaza tem direito a quatro horas de eletricidade por dia. O representante disse que já tinha avisado que se não fossem abordados os problemas do sistema de fornecimento, a região enfrentaria a atual crise humanitária.

As Nações Unidas apoiam uma operação de combustível de emergência para minimizar o impacto humanitário da crise. O objetivo é permitir que os serviços essenciais tenham água, saúde e saneamento. Mas as reservas devem esgotar-se nas próximas semanas, alertou Mladenov.

Na véspera do Ramadã, o coordenador especial expressou “muita preocupação” com a greve de fome de prisioneiros palestinos que completou 40 dias. Eles reivindicam contra as condições nas prisões de Israel.

*Apresentação: Monica Grayley.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud