Agência da ONU diz que mulheres são mais vulneráveis a desastres naturais
BR

26 maio 2017

Conferência no México debate desigualdade de gêneros na redução do risco de desastres; mulheres e meninas têm mais probabilidade de morrer em tragédias deste tipo; elas representaram 77% dos mortos no tsunami no Oceano Índico em 2004.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

Agência da ONU alerta que as mulheres e as meninas são mais afetadas por desastres naturais do que homens e meninos.

O vice-diretor executivo da ONU Mulheres, Yannick Glemarec, falou sobre o assunto na conferência da 5ª Plataforma Global para a Redução do Risco de Desastre, que está sendo realizada em Cancún, no México.

Tsunami

Os desastres naturais afetam mulheres, meninas, homens e meninos de maneira diferente. Estudos recentes mostram que as mulheres e as meninas estão mais vulneráveis aos desastres e têm mais probabilidade de morrer nessas tragédias.

Por exemplo, no tsunami que atingiu a região do Oceano Índico em 2004, 77% dos mortos na Indonésia foram mulheres e crianças.

Ao mesmo tempo, as mulheres e as meninas têm um papel importante no aumento da resiliência e em relação à resposta e à recuperação de desastres.

Programa

A ONU Mulheres lançou no evento o programa “Desigualdade de Gênero do Risco”, que é uma parceria com a agência das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres e com a Federação Internacional da Cruz Vermelha.

O objetivo é reduzir as perdas de vidas e meios de subsistência e aumentar a resiliência das comunidades aos perigos naturais num período de mudança climática.

Geralmente, as mulheres não participam do desenvolvimento de estratégias para a redução dos riscos de desastres e quando estão presentes, suas opiniões raramente são levadas em consideração.

A nova parceria tem como meta abrir os canais para lideranças femininas e a participação de mulheres neste processo.

Notícias relacionadas:

Em Cancún, ONU destaca desafio de cumprir metas globais perante desastres

Conferência debate Redução dos Riscos de Desastres no México

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud