Ataques “não vão enfraquecer determinação” de apoiar paz no Mali

24 maio 2017

Secretário-geral condenou fortemente ação que matou dois soldados de paz da Minusma na terça-feira na região de Kidal; capacetes azuis eram do Chade.

Laura Gelbert Delgado, da ONU News em Nova Iorque.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, condenou fortemente o ataque a uma patrulha da Missão das Nações Unidas no Mali, Minusma, que matou dois capacetes azuis do Chade e deixou um ferido.

A ação ocorreu nesta terça-feira na região de Kidal. Guterres enviou suas profundas condolências às famílias das vítimas e ao governo do Chade e desejou uma “rápida e plena” recuperação aos soldados de paz feridos.

Determinação

O chefe da ONU reafirmou a posição de que ataques à Minusma não vão enfraquecer a determinação das Nações Unidas de apoiar a implementação do acordo de paz.

Nesta quarta-feira, diversos eventos na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, marcam o Dia Internacional dos Capacetes Azuis, como são conhecidos os soldados de paz da organização.

O secretário-geral presidiu uma cerimônia de entrega da medalha Dag Hammarskjöld na qual foram homenageados os 117 capacetes azuis militares, policiais e civis que perderam suas vidas no ano passado.

Entre eles está o sargento brasileiro Vicente Medeiros, que morreu enquanto servia à Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti, Minustah.

Notícias Relacionadas:

Vídeo: Boinas-Azuis no Mali

Explosão fere gravemente boinas azuis no Mali

Missões de paz da ONU são "investimento em paz e prosperidade globais"

Implementação do acordo de paz no Mali está a progredir

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud