Dois boinas-azuis da ONU mortos em ataque no Mali
BR

23 maio 2017

Soldados de paz da Minusma foram assassinados em uma emboscada na região de Kidal; um outro militar da Missão da ONU no país ficou ferido.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

A Missão da ONU no Mali, Minusma, afirmou que dois boinas-azuis de seu batalhão foram mortos esta terça-feira numa emboscada na região de Kidal, no norte do país. Um outro militar ficou ferido na ação.

Em comunicado, a Minusma disse que uma “patrulha que fazia o policiamento na rua foi atacada pouco depois da seis da manhã”, horário local.

Violência

O chefe da Missão, Mahamat Saleh Annadif, condenou a ação. Ele disse que a Minusma enviou imediatamente uma força de resposta ao local e retirou o soldado ferido e os corpos dos militares mortos.

Saleh Annadif, que também é o representante especial do secretário-geral no Mali, afirmou que o ataque desta terça-feira acrescenta à onda de violência que aumentou nas últimas semanas.

Essas ações têm como alvo a população civil, as forças armadas do Mali e também as forças internacionais.

Justiça

Segundo o chefe da Minusma, “a violência tem como objetivo minar os esforços para levar estabilidade e união ao país”.

Saleh Annadif reiterou solidariedade e determinação da Missão aos esforços do governo, de parceiros e da população civil na implementação do acordo de paz.

Ele afirmou que a Minusma está preparada para ajudar na identificação dos responsáveis pelo ataque para que eles possam ser levados à justiça.

Na sede da ONU, em Nova Iorque, o porta voz Stephane Dujarric disse que o secretário-geral, António Guterres, expressou pêsames às famílias dos boinas-azuis.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud