Entrevista: O que Angola precisa para ajudar refugiados da RD Congo?– Parte 1

23 maio 2017

Em território angolano estão pelo menos 25 mil refugiados e candidatos a asilo da República Democrática do Congo, RD Congo. O país lusófono é destino de  até 700 congoleses.

O coordenador residente das Nações Unidas em Angola, Paolo Balladelli, esteve na província da Lunda Norte e deparou-se com pessoas com necessidades que incluem saúde, alimentos, água e serviços de proteção.

O representante contou à ONU News, de Luanda, que na área de Dundo há milhares de crianças que precisam de proteção. Estima-se que 40% de menores congoleses carecem de apoio no local.

Nesta entrevista, Balladelli disse que as Nações Unidas e o governo de Luanda vão lançar um apelo para cuidar de 50 mil pessoas a contar com um aumento nos próximos meses. O plano de apoio deve ser divulgado nas próximas semanas.

Acompanhe a primeira parte da conversa com Eleutério Guevane.

Duração: 08'15"

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud