Enviado da ONU vê progresso na redução da violência na Síria
BR

22 maio 2017

Staffan de Mistura classificou como “promissoras” as conversações realizadas em Astana, no Cazaquistão entre governo e oposição sírios; apesar do avanço, ele citou confrontos entre os dois lados em várias cidades, inclusive Damasco, a capital.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

O enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, classificou como “promissoras” as conversações realizadas em Astana, no Cazaquistão, para alcançar a paz no país árabe.

Rússia, Turquia e Irã negociaram um cessar-fogo entre as partes em conflito na Síria, em dezembro do ano passado.

Violência

De Mistura fez a declaração de Genebra, na Suíça, esta segunda-feira, em pronunciamento por vídeoconferência ao Conselho de Segurança.

Ele afirmou que os relatórios recebidos até agora mostram que houve uma redução significativa da violência no país, incluindo ataques aéreos nas áreas mencionadas no acordo de cessar-fogo.

Segundo o enviado especial, fontes da ONU na região mencionam uma “mudança tangível” com os locais voltando a uma vida normal.

Para Sttafan de Mistura, isto é a típica realidade síria quando há um momento de paz ou pelo menos, uma interrupção nas lutas. Mas o representante das Nações Unidas também falou sobre o que chamou de “notícias não tão boas”.

Ajuda humanitária

De Mistura declarou que “apesar do cessar-fogo nacional e da criação de áreas de segurança para fortalecer este esforço de paz, foram registrados confrontos constantes entre forças do governo e da oposição em Hama, Homs e na capital, Damasco”.

Essas áreas de segurança vão permitir o acesso de ajuda humanitária a 6,3 milhões de pessoas que vivem no país.

O enviado especial da ONU disse ainda que o governo sírio conquistou avanços significativos na luta contra o Daesh, nomeclatura em árabe para o grupo terrorista Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud