Capacete azul é morto em ataque à base da ONU no Mali
BR

4 maio 2017

Seis granadas foram lançadas no campo, ferindo outros nove soldados de paz; Nações Unidas condenam a ação e pedem que responsáveis sejam levados à justiça.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

O acampamento da Missão das Nações Unidas em Timbuktu, no Mali, foi atacado na quarta-feira. Relatos iniciais indicam que seis granadas foram jogadas na base, matando um capacete azul da Libéria e deixando outros nove soldados de paz da ONU feridos.

Os integrantes da Missão de Estabilização da ONU no Mali, Minusma, reforçaram a proteção do campo e fizeram um reconhecimento aéreo da região para identificar de que local as granadas foram lançadas.

Sequestro

A Minusma condena o ataque nos termos mais fortes e pede que os responsáveis sejam levados à justiça. As Nações Unidas enviam condolências aos familiares do capacete azul morto e espera que os feridos se recuperem rapidamente.

E não é só na África que a ONU tem sido alvo de violência. Nas Américas, as Nações Unidas condenam o sequestro de um funcionário do Escritório da ONU contra Drogas e Crime, Unodc, na Colômbia. A pessoa desapareceu na quarta-feira, em Guaviare, e a organização pede que seja libertada imediatamente.

Notícias Relacionadas:

ONU: violência sexual em conflitos é usada como tática de guerra

Explosão fere gravemente boinas azuis no Mali

Missões de paz da ONU são "investimento em paz e prosperidade globais" 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud