Arranca segunda campanha de vacinação contra cólera na Somália

4 maio 2017

Iniciativa da OMS e do Ministério da Saúde deve beneficiar 224 mil pessoas em Baidoa; país enfrenta surto da doença desde janeiro, com mais de 31,6 mil casos e 618 mortes.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque. 

A Organização Mundial da Saúde, OMS, e o Ministério Federal da Saúde da Somália lançaram a segunda campanha de vacinação oral contra a cólera em Baidoa.

As doses estão a ser distribuídas no hospital regional e 224 mil pessoas acima de um ano de idade serão beneficiadas. A campanha é uma resposta ao surto de cólera que começou na Somália em janeiro.

Mortes

Desde então, foram registados mais de 31,6 mil casos e 618 mortes. A maioria das vítimas são do estado de Sul Oeste, onde quase 60% dos casos foram reportados.

A campanha de vacinação será feita em duas rondas e será concluída antes do Ramadão, que inicia a 27 de maio. A OMS lembra que a imunização não substitui medidas preventivas como acesso à água limpa e boas práticas de higiene.

Controlo

A iniciativa em Baidoa vem na sequência de uma campanha de sucesso realizada em sete distritos de alto risco na Somália. A OMS destaca estar comprometida com os esforços de combate ao cólera no país e no apoio às autoridades de saúde.

Segundo a OMS, o início da temporada de chuvas está a levar um pouco de alívio para comunidades onde fontes de água limpa são escassas. Mas os efeitos da seca na Somália tiveram fortes impactos na higiene, na insegurança alimentar e na malnutrição, além dos aumentos dos casos de cólera.

Notícias Relacionadas:

Número de crianças malnutridas na Somália pode subir 50% este ano

Crianças a correr risco de morrer de sarampo na Somália

Somália: crise "move-se muito rápido", mas resposta está a acompanhar 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud