Entrevista: Celso Amorim

28 abril 2017

O presidente da Unitaid, o ex-ministro brasileiro Celso Amorim, afirmou que a organização está cooperando com várias entidades nos testes de vacina contra a malária. O objetivo é avaliar se o medicamento tem uma “efetividade média”, para ser usado em pacientes em todo o mundo.

A agência é uma organização independente criada por um grupo de países incluindo Brasil, Chile, França, Noruega e Reino Unido com o objetivo de combater o HIV/Aids, tuberculose e malária.

Em entrevista à ONU News em Nova Iorque, o ex-ministro das Relações Exteriores e da Defesa do Brasil, falou sobre os projetos da Unitaid para este ano.

Ele citou os testes pessoais sobre HIV permitirão que as pessoas tenham mais privacidade e possam procurar tratamento, se necessário. Amorim falou também sobre iniciativa para reduzir os custos no tratamento da hepatite C e até mesmo para vencer obstáculos em relação à propriedade intelectual.

Celso Amorim disse ainda que um dos maiores desafios da organização é o financiamento para cobrir as operações e falou sobre a cooperação com os países de língua portuguesa para combater essas doenças.

O ex-ministro brasileiro está nos Estados Unidos lançando seu livro “Teerã, Ramallah e Doha”, traduzido para o inglês.

Acompanhe os detalhes da entrevista com Edgard Júnior.

Duração: 8'35"

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud