Atacada equipa que investiga assassinato na República Centro-Africana

11 abril 2017

Funcionária da operação de paz recebe tratamento após apedrejamento de comboio de veículos na cidade de Bambari; grupo foi abordado por uma multidão enquanto trabalhava na área onde atuam grupos armados.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.*

Uma equipa da Missão das Nações Unidas na República Centro-Africana, Minusca, foi atacada esta terça-feira enquanto investigava uma morte em Bornu, na cidade de Bambari.

Falando à ONU News, de Bangui, o porta-voz da operação de paz, Vladimir Monteiro, explicou que uma integrante do grupo foi ferida na cabeça enquanto trabalhava na área.

Vítima 

“A multidão atacou a nossa funcionária apedrejando os veículos. Uma funcionária foi ferida e felizmente está sob tratamento. No passado houve alguns incidentes semelhantes e isolados e é por essa razão que o nosso apelo às populações de Bambari mas também de outras zonas é um apelo à calma. Estamos a trabalhar para reforçar a coesão social, a reconciliação e as populações devem evitar esse tipo de manipulações muitas vezes provocadas pelos grupos armados. ”

A Minusca disse que continua com as investigações para identificar os autores do homicídio e reitera que qualquer ataque contra pessoal da ONU e de organizações humanitárias é um crime de ação penal pública.

A missão de paz declarou estar determinada a continuar a exercer com imparcialidade a sua tarefa de apoiar os esforços nacionais para recuperação da República Centro-Africano.

*Apresentação: Laura Gelbert.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud