Após notificação de 500 casos, OMS alerta para surto de sarampo na Europa
BR

28 março 2017

Incidentes estão sendo reportados desde janeiro em pelo menos sete países incluindo Itália e Romênia; doença é endêmica em 14 nações da região; agência preocupada com possibilidade do vírus se espalhar pelo continente.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

Mais de 500 casos de sarampo foram reportados desde janeiro na Europa, segundo a Organização Mundial da Saúde, OMS. A diretora regional da agência, Zsuzsanna Jakab, declarou que “a situação preocupa, já que o continente registrou avanços nos últimos dois anos para eliminar o sarampo”.

A transmissão do vírus já foi interrompida em dois terços dos 53 países da região, mas continua endêmica em 14 nações. A maioria dos novos casos de sarampo foi confirmada em sete desses países: Alemanha, França, Itália, Polônia, Romênia, Suíça e Ucrânia.

Vacinação

Itália e Romênia são os que mais concentram casos da doença, sendo que a maioria está em áreas com baixa cobertura de imunização. Só na Romênia, foram registrados 3,4 mil casos desde 2016 com 17 mortes.

A OMS destaca que o número de infecções está subindo rapidamente, sendo que nesses países, o índice de imunização da segunda dose da vacina contra o sarampo é de menos de 95%.

Contágio

A agência da ONU pede aos países europeus para tomarem medidas que levam ao fim da transmissão e para manterem os índices de vacinação os mais altos possíveis.

Segundo a OMS, por se tratar de um vírus altamente contagioso, o sarampo pode se espalhar para qualquer país, inclusive para aqueles que já eliminaram a doença.

Notícias Relacionadas:

Entrevista: O que mais preocupa a OMS em relação à tuberculose?

OMS lança guia de ética para proteger direitos de pacientes com tuberculose

Continente africano une-se para combater a poliomielite

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud