ONU faz um minuto de silêncio por vítimas de ataque terrorista em Londres
BR

23 março 2017

Membros do Conselho de Segurança levantaram-se na abertura da primeira sessão desta quinta-feira, presidida pelo secretário das Relações Exteriores do Reino Unido, Boris Johnson.

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas fez um minuto de silêncio em tributo às vítimas do ataque terrorista em Londres.

Os integrantes do Conselho e participantes da reunião levantaram-se em sinal de respeito após o pedido do presidente da sessão, o secretário das Relações Exteriores britânico, Boris Johnson.

Polícia

Johnson condenou o atentado em Westminster, em Londres, perto do Parlamento britânico. O autor do ataque foi morto pela polícia. Outras três pessoas perderam a vida, incluindo um guarda do Parlamento, que foi esfaqueado pelo terrorista.

No encontro em Nova Iorque, o chefe da diplomacia do Reino Unido falou em nome do Conselho de Segurança, uma vez que seu país ocupa a presidência rotativa do órgão este mês e como representante do governo britânico.

Johnson condenou, de forma veemente, o que chamou de um ataque terrorista e covarde.

Inocentes

Ele lembrou que o atentado causou a morte de muitas pessoas inocentes, assim como deixou vários feridos.

Ele prestou condolências às famílias das vítimas.

Segundo a mídia britânica, pelo menos 40 pessoas teriam sido feridas, várias em estado grave. Elas foram atingidas pelo carro do terrorista que trafegou pela calçada da ponte de Westminister.

Uma das vítimas ao ver o carro atirou-se da ponte. De acordo com a mídia local, a mulher encontra-se em estado grave e com ferimentos no crânio.

Ainda nesta quinta-feira, aqui em Nova Iorque, o chefe da diplomacia britânica deve ser recebido pelo secretário-geral da ONU, António Guterres.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud