Dia Internacional das Florestas destaca relação com fontes de energia

21 março 2017

Nações Unidas defendem promoção de diversas formas energéticas; planeta perde mais de 3 milhões de hectares de florestas por ano; países em desenvolvimento consomem 90% da lenha e carvão do mundo.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

Debates, campanhas de reflexão e publicações especiais marcam em todo o mundo o 21 de março, Dia Internacional das Florestas.

Sob o lema Florestas e Energia, as Nações Unidas querem despertar a consciência sobre a importância de todos os tipos de bosques, que cobrem 30% da superfície da Terra. A conservação das árvores fora das matas é o outro objetivo das celebrações.

Necessidade

A ONU News conversou,  em Nova Iorque, com o diretor do Fórum sobre as Florestas do Departamento dos Assuntos Económicos e Sociais das Nações Unidas, Desa.

Manoel Sobral Filho disse que haver 2 bilhões de pessoas dependentes de recursos energéticos dos bosques para atender as suas necessidades, uma tendência que afirmou aumentar os receios sobre a sustentabilidade.

“Nós temos que promover a sustentabilidade, promover mais plantios de florestas e promover uma extração somente do que a floresta pode repor. É  o que a gente chama de manejo florestal sustentado. Devo admitir que nós temos também que promover outras formas de energia, onde não se pode contar com a floresta de forma sustentada. A energia solar, por exemplo, já tem grandes avanços nessa área em algumas partes da Ásia, da África e da América latina.”

Investimentos

O especialista da ONU disse haver ainda esperanças de uma recuperação florestal a longo prazo, apesar da perda de mais de 3 milhões de hectares de bosques por ano.

“Tem que haver maior cooperação Norte-Sul com investimento do Norte em plantações florestais, especialmente para energia para o atendimento de comunidades pobres. Eu acho que isso é possível. No âmbito do Acordo de Paris, uma série de países em desenvolvimento se comprometeu a aumentar sua área florestal em mais de 100 milhões de hectares de forma global, para armazenar carbono e ao mesmo tempo usar de forma sustentável esses recursos inclusive para a energia. Essa cooperação Norte-Sul é fundamental. Com isso eu acho que a gente pode avançar bastante.”

A ONU defende que as florestas são muitas vezes a única fonte de energia disponível para as populações das zonas rurais em países em desenvolvimento.

A organização estima que 90% da lenha e carvão do mundo são consumidos pelo grupo de nações.

Notícias relacionadas:

Semana de violência matou mais de 150 em quatro províncias da RD Congo

Mais de 100 teriam morrido em ação de exército contra milícias na RD Congo