Portugal em evento na ONU sobre fim de mutilação genital feminina

15 março 2017

Fórum de Alto Nível reúne secretária de Estado da Cidadania e da Igualdade, Catarina Marcelino (foto), primeira-dama do Burkina Fasso, chefe do Unfpa e atriz portuguesa, Catarina Furtado, entre outros.

 Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.*

Portugal é um dos países que participam num evento de alto nível, nesta quinta-feira na ONU, para pedir a eliminação da prática da mutilação genital feminina, conhecida como FGM na sigla em inglês.

O país é representado pela secretária de Estado da Cidadania e da Igualdade, Catarina Marcelino, que conversou em exclusivo com a ONU News sobre o tema.

Código Penal

“É uma prática que existe em mais de 50 países, que afeta mais de 200 milhões de mulheres e meninas no mundo. E se nada fizermos até 2030 serão mais 15 milhões.”

A secretária de Estado lembrou que em  Portugal, a mutilação genital feminina é crime, previsto no Código Penal, e que o Estado está empenhado em combater o problema.

“Temos comunidades migrantes que vivem em Portugal e teem culturalmente este tipo de prática. E por isso, o país tem mais atenção a este problema. Temos um plano de ação contra a mutilação genital feminina, temos inclusive no nosso Sistema de Saúde uma plataforma, onde são inscritos pelos médicos, pelos profissionais de saúde, os casos que vão sendo tratados no Serviço Nacional de Saúde português.”

Líderes religiosos

A secretária portuguesa contou que muitas meninas são mutiladas em viagens de férias aos países de origem. Catarina Marcelino falou ainda da importância de cooperação com líderes religiosos para se combater a mutilação. Assista ao vídeo da entrevista.

A secretária de Estado portuguesa falará na primeira parte do Fórum de Alto Nivel sobre a eliminação da mutilação genital feminina intitulado: “Vamos ser a geração que eliminará a Mutilação Genital Feminina de uma vez por todas.”

O diretor-executivo do Fundo das Nações Unidas para a População, Babatunde Osotimehin, presidirá o encontro que também conta com a secretária de Estado da Noruega, Laila Bokhari, e a atriz portuguesa e embaixadora da Boa Vontade do Unfpa, Catarina Furtado, ente outros.

*Vídeo: Eleutério Guevane.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud