Cruz Vermelha pede ajuda urgente para 25 mil em Madagáscar após ciclone 

14 março 2017

Avaliação continua uma semana após a passagem do ciclone Enawo; número de mortos continua indefinido; 200 pessoas ficaram feridas e cerca de 300 mil cidadãos sentiram impacto da tempestade.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

A organização Cruz Vermelha lançou, esta terça-feira, um apelo de emergência de US$ 880 mil para aumentar a assistência a pelo menos 25 mil afetados pelo ciclone Enawo em Madagáscar.

A tempestade que passou pelo país há uma semana deslocou 84,5 mil malgaxes que precisam agora de ajuda humanitária urgente.

Comunidades

A ilha foi fustigada por chuvas torrenciais e ventos que arrasaram casas e inundaram campos agrícolas e comunidades.

A agência nacional de gestão de desastres estima que dezenas de pessoas morreram e confirmou pelo menos 200 feridos.

No total, cerca de 300 mil malgaxes sentiram o impacto do ciclone, que causou deslizamentos de terra e inundações que ainda dificultam o acesso às áreas mais atingidas.

De acordo com a Cruz Vermelha, enquanto as avaliações prosseguem a ajuda está gradualmente a chegar aos necessitados.

Assistência médica

A chefe da Federação Internacional da Cruz Vermelha para África disse que a escala dos danos é massiva, particularmente no nordeste. A região tem milhares de pessoas que precisam urgentemente de abrigo, comida, assistência médica, água potável e outros serviços essenciais.

De acordo com Fatoumata Nafo-Traoré, “muitos perderam tudo e sem as suas terras agrícolas e meios de subsistência as necessidades aumentaram”.

Enquanto a Cruz Vermelha e os seus voluntários atuam para chegar aos mais vulneráveis decorrem ações como oferta de primeiros socorros, consultas médicas e ajuda psicossocial às famílias deslocadas nos centros de abrigo.

Notícias relacionadas:

Moçambique: Unicef revela apoio para comunidades afetadas pela seca  

Desastres naturais nas Américas expõe desafios de reduzir riscos

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud