Entrevista: ONU Mulheres

8 março 2017

O especialista da ONU Mulheres, Julien Pellaux, alertou que se nada for feito, a paridade salarial entre homens e mulheres vai levar 170 anos para ser alcançada.

Esta quarta-feira, 8 de março, é comemorado o Dia Internacional da Mulher. Em entrevista à ONU News, em Nova Iorque, Pellaux falou sobre o que é necessário para resolver o problema.

Ele disse que a ONU está começando várias campanhas para promover este assunto, que na sua opinião, é um assunto político. Para Pellaux, é preciso um esforço maior dos governos para reduzir essas disparidades.

O especialista disse ainda que as leis trabalhistas em muitos países prejudicam as mulheres. Julien Pellaux afirmou que mais de 155 nações têm leis discriminatórias contra as mulheres em assuntos econômicos.

Para o representante da ONU mulheres, essas leis discriminatórias têm um papel muito grande na criação de disparidades entre homens e mulheres.

Julien Pellaux deixou claro que a disparidade salarial não discrimina, ela acontece em países ricos ou pobres.

Acompanhe a entrevista com Edgard Júnior

Duração: 8'46".

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud