Uma entre sete crianças da Somália morre antes do quinto aniversário

7 março 2017

Secretário-geral da ONU e coordenador de Ajuda de Emergência visitaram Mogadíscio, na manhã desta terça-feira, a avaliar impactos da grave seca que deixou país à beira da fome; OMS entrega medicamentos, em especial para tratamento da cólera.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.  

Tanto o secretário-geral da ONU, António Guterres, quanto o coordenador para Ajuda de Emergência, Stephen O’Brien, visitaram a capital da Somália, Mogadíscio.

Os representantes avaliaram o impacto da grave seca que deixou o país à beira da fome. São 6,2 milhões de somalis, metade da população, a precisar de assistência. Cerca de 3 milhões não têm o suficiente para comer.

Mortes

Quase 950 mil crianças menores de cinco anos enfrentarão desnutrição aguda este ano. Segundo a Organização Mundial da Saúde, OMS, uma entre sete crianças somalis sequer chega a completar o quinto aniversário.

Ao todo, o país tem 185 mil menores a correr o risco de morrer se não receberem tratamento médico imediato. Os casos de diarreia e de cólera também estão a aumentar.

A OMS está a entregar medicamentos e criou 40 centros para tratamento de casos de cólera e diarreia. No ano passado, foram quase 20 mil pessoas com pelo menos uma das doenças e quase 600 morreram.

Doações

Para os próximos meses, a agência da ONU pretende garantir serviços de saúde para as áreas da Somália mais afetadas pela seca. O problema climático piora os riscos de fome e de má nutrição.

A situação atual já está bastante parecida com o estado de fome que a Somália enfrentou em 2011, quando 260 mil pessoas morreram. O plano humanitário da ONU para o país depende de US$ 825 milhões até junho. Mas até o momento, foram recebidas doações a totalizar US$ 100 milhões.

A seca também está a afetar Quénia e Etiópia. Juntamente com a Somália, são necessários US$ 2 mil milhões para assistência humanitária nos três países neste ano.

Notícias Relacionadas:

Guterres visita Somália para prestar apoio e solidariedade durante crise

Doadores "respondem de forma mais enérgica" para aliviar crise na Somália

OIM aumenta operação na Somália para minimizar efeitos da seca 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud