OMS marca Dia Mundial da Audição pedindo investimentos na saúde
BR

3 março 2017

Perda auditiva por falta de tratamento custa até US$ 107 bilhões para os países; doença causa ainda desemprego e aposendatoria antecipada; pacientes sofrem com isolamento social, dificuldades de comunicação e estigma.

Monica Grayley, da ONU News em Nova Iorque.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, marca neste 3 de março o Dia Mundial da Audição. O tema deste ano é: ação contra a perda auditiva: faça um investimento seguro.

A perda auditiva causa enormes prejuízos não são para os pacientes, mas também para a economia global. Estima-se que o custo seja de US$ 750 bilhões por ano. O número equivale ao tamanho do orçamento da Saúde do Brasil e da China juntos.

Desemprego

Segundo a OMS, crianças, na faixa de 5 a 14 anos, que não ouvem bem requerem um apoio educativo adicional de US$ 3,9 bilhões.

Já entre os adultos, a perda de produtividade por desemprego ou aposentadoria forçada antecipada pode chegar a US$ 105 bilhões.

Quem sofre com perda auditiva, também enfrenta isolamento social e dificuldades de comunicação além de estigmas.

Para a agência da ONU, a prevenção e o exame adequados para um diagnóstico precoce e eficiente podem ajudar no tratamento e na reabilitação com a ajuda de aparelhos auditivos.

Neste Dia Mundial da Audição, a OMS quer ainda chamar a atenção de legisladores e outros interessados no tema para tratar do problema com ações eficientes.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud