Conselho de Segurança veta resolução contra Síria
BR

28 fevereiro 2017

Documento recebeu nove votos a favor, três contra e três abstenções; como membros permanentes, Rússia e China têm poder de impedir a aprovação; Estados Unidos, França e Reino Unido foram a favor da medida.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque. 

O Conselho de Segurança da ONU vetou esta terça-feira um projeto de resolução que determinava sanções contra a Síria pelo uso e produção de armas químicas.

Falando a jornalistas em Nova Iorque, o porta-voz das Nações Unidas disse que dos 15 países-membros que integram a Casa, nove foram a favor do projeto, incluindo Estados Unidos, França e Reino Unido. Outros três se abstiveram: Cazaquistão, Egito e Etiópia.

Rússia e China    

Mas os vetos vieram de Rússia e China, que como membros permanentes do Conselho, têm poder para derrubar o documento. Além deles, a Bolívia também votou contra a resolução.

A proposta determinava a criação de uma comissão e de um painel de especialistas para assegurar a prestação de contas do governo sírio pelo uso e pela produção de armas químicas.

O documento também impunha sanções a várias pessoas e instituições associadas ao governo do presidente Bashar Al-Assad.

Essas pessoas e instituições tiveram sua ligação ao uso do armamento confirmado pelo mecanismo de investigação conjunto da ONU e a Organização para a Proibição de Armas Químicas, Opaq.

A guerra na Síria começou em março de 2011 e já deixou mais de 250 mil mortos.

Notícias relacionadas:

Chefe da ONU está encorajado com as conversações de paz sírias

"E se fossem seus filhos?", pergunta diretor do Unicef sobre crianças sírias

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud