Guterres pede doações financeiras para projeto contra cólera no Haiti
BR

24 fevereiro 2017

Secretário-geral envia carta a todos os Estados-membros da ONU pedindo que informem, até 6 de março, a intenção de fazer uma contribuição voluntária; organização está ampliando ações de saneamento e de apoio para os haitianos mais afetados pela doença.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

O secretário-geral António Guterres enviou uma carta a todos os países-membros da ONU pedindo doações para a implementar o novo projeto da organização sobre o cólera no Haiti. Os representantes têm até o dia 6 de março para informar ao chefe das Nações Unidas sobre a intenção de fazer uma contribuição financeira voluntária.

Em Nova York, o porta-voz do secretário-geral explicou que a ONU está aumentando o apoio ao governo haitiano na construção de sistemas de água, saúde e sanamento, que representam a “melhor defesa contra o cólera”.

Assistência

Stephane Dujarric explicou que na carta, Guterres informa que “a ONU tem a responsabilidade moral de garantir que o novo projeto seja implementado” no Haiti.

As Nações Unidas também estão desenvolvendo um pacote de apoio, com material de assistência para os haitianos mais afetados pelo surto de cólera.

O plano de combate ao cólera no Haiti foi lançado em dezembro pelo então secretário-geral Ban Ki-moon. As operações terão o custo de US$ 400 milhões. Nos últimos cinco anos, a epidemia no país deixou 800 mil pessoas doentes e 9 mil pacientes morreram.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud