Nigéria busca US$ 1 mil milhão para salvar vidas no nordeste

22 fevereiro 2017

Região passa por emergência humanitária devido à violência causada pela milícia terrorista Boko Haram; se recursos não chegarem a tempo, crianças desnutridas poderão morrer de fome.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

A resposta humanitária de emergência está a ser ampliada na Nigéria, num momento em que o país necessita de US$ 1 mil milhão para ajudar a população na região nordeste.

São milhões de pessoas a sofrer os fortes impactos da violência causada pela milícia terrorista Boko Haram. O vice-coordenador humanitário da ONU na Nigéria declarou que se o dinheiro não chegar a tempo, “uma entre cinco crianças com desnutrição severa poderá morrer”.

Custos diários

Peter Lundberg explicou que as chances de uma criança severamente mal nutrida sobreviver são nove vezes menores do que uma criança saudável. De acordo com o representante, a assistência alimentar custará US$ 1 milhão por dia para evitar um estado de fome.

De acordo com a ONU, o conflito de oito anos na Nigéria já fez com que 8,5 milhões de pessoas precisassem de assistência, em especial nos estados mais afetados, que ficam no nordeste do país.

Nos próximos meses, mais de 5 milhões de nigerianos enfrentarão insegurança alimentar severa, ou seja, não terão o suficiente para comer. No nordeste, 1,8 milhão de pessoas estão desalojadas e expostas a violências e abusos.

Notícias Relacionadas:

ONU prepara conferência para apoiar 11 milhões na Bacia do Lago Chade

Quase 1,5 milhão de crianças podem morrer de fome neste ano

Unicef: é preciso continuar a luta para acabar com recrutamento de crianças

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud