Concedidos mais de US$ 18 milhões para aliviar situação na Etiópia

22 fevereiro 2017

Dinheiro sai do Fundo Central da ONU de Resposta de Emergência; mais de 785 mil pessoas sofrem de fome, desnutrição e severa falta de água no país devido à seca.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

As Nações Unidas concederam US$ 18,5 milhões do seu Fundo Central de Resposta de Emergência, Cerf, para ajudar a Etiópia. Mais de 785 mil pessoas estão a sofrer de fome, desnutrição e com a severa falta de água como impactos da seca que atinge o país.

O subsecretário-geral da ONU para Assuntos Humanitários visitou recentemente a região somali da Etiópia. Stephen O’Brien viu de perto os efeitos arrasadores da seca na vida das pessoas e no gado.

Pasto

Ao anunciar a concessão da verba, O’Brien declarou que “tempo perdido significa vidas perdidas”, por isso espera que o dinheiro financie, com urgência, a assistência à população.

De acordo com o Cerf, a verba seguirá para ampliar o acesso à água, à saúde e a serviços agrícolas, além de ajudar os criadores de animais, uma vez que milhares deles precisaram sair em busca de água e de pasto.

Corno de África

A atual seca atingiu a Etiópia quando país ainda se recuperava dos fortes efeitos do El Niño, que passou pela região entre 2015 e 2016 e deixou milhões a precisar de assistência de emergência.

Pelos cálculos da ONU, 5,6 milhões de etíopes precisam de artigos básicos. A seca é uma das piores a atingir o Corno de África em décadas. A região recebeu apenas um quarto das chuvas esperadas entre outubro e dezembro.

Com isso, a insegurança alimentar é realidade em vários países, como na Somália, onde mais de 135 mil pessoas já abandonaram suas casas desde novembro, devido à falta de comida por conta da seca.

Notícias Relacionadas:

Falta de comida afeta 2 milhões de refugiados em 10 países de África

Vice-chefe de direitos humanos quer responsabilização por conflito sul-sudanês

Seca faz com que preço dos alimentos suba com rapidez no leste africano 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud