Guterres: “Alemanha e Angela Merkel são um símbolo de tolerância”
BR

17 fevereiro 2017

Secretário-geral da ONU fez a declaração durante encontro em Munique; António Guterres disse ainda que país e chanceler representam também um símbolo de hospitalidade às pessoas que precisam de proteção.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, afirmou que “a Alemanha e a chanceler federal Angela Merkel são um símbolo de tolerância e de hospitalidade às pessoas que precisam de proteção”.

A declaração foi feita em encontro com jornalistas esta sexta-feira, em Munique, durante sua visita ao país.

Solidariedade

Falando em inglês, Guterres disse que “este é um símbolo que gostaria de ver repetido em várias partes do mundo para responder ao dramático sofrimento que todos estão testemunhando nos conflitos espalhados pelo planeta”.

Ao elogiar a decisão alemã de receber refugiados, ele cita “um mundo onde a solidariedade tem muitas dificuldades de ser expressada, onde muitos rejeitam a diversidade sem entender que ela significa riqueza e não ameaça”.

Além disso, Guterres falou ainda sobre um mundo onde existem “tantas demonstrações populistas e xenófobas”.

O secretário-geral afirmou que “todos vivem hoje num mundo onde se vê a multiplicação dos conflitos e onde os antigos parecem nunca acabar”.

Terrorismo global

Para ele, os conflitos estão todos interligados e, ao mesmo tempo, conectados a nova ameaça do terrorismo global.

Guterres disse que “todos vivem hoje num mundo onde a mudança climática representa uma ameaça a futuras gerações, onde todos puderam acompanhar recentemente um grande movimento de migração”.

Para o chefe da ONU, “esse é um mundo que precisa de uma resposta global para problemas globais”.

Guterres disse acreditar em multilateralismo, na necessidade dos países se unírem para usar instituições multilaterais para combater os grandes desafios do mundo atual.

Mais uma vez, ele elogiou a Alemanha dizendo que o país tem um papel “extremamente relevante” no sistema das Nações Unidas, na União Europeia e em várias outras organizações internacionais.

Notícias relacionadas:

Guterres: "não há plano B para situação entre palestinos e israelenses"

Secretário-geral quer mais parcerias entre organizações humanitárias

Síria e refugiados são foco da agenda de Guterres na Turquia

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud