Agências da ONU pedem ao mundo ação imediata para salvar vidas na Somália

17 fevereiro 2017

Seca intensa atinge o país; Unicef e PMA alertam para necessidade de uma grande ação humanitária para evitar nova catástrofe; metade da população enfrenta insegurança alimentar.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

A Somália está a ser atingida por uma forte seca e duas agências da ONU alertam: somente a assistência humanitária imediata e em larga escala poderá evitar que o país enfrente uma nova catástrofe.

A preocupação vem do Fundo da ONU para a Infância, Unicef, e do Programa Mundial de Alimentação, PMA. A seca que atingia somente o norte da Somália já se espalhou por todo o país e ameaça a população já frágil devido a décadas de conflito.

Desnutrição

Quase metade dos habitantes, ou 6,2 milhões de somalis, enfrentam insegurança alimentar severa ou necessitam de apoio para sobreviver. O Unicef e o PMA calculam que 944 mil crianças ficarão desnutridas este ano, sendo 185 mil de forma severa e a correr risco de morte.

Mas é bem possível que o total de crianças severamente desnutridas possa subir 50% nos próximos meses, para atingir 270 mil menores. Os representantes do Unicef e do PMA visitaram esta semana as áreas mais afetadas na região de Puntlândia, onde as duas agências entregam mantimentos essenciais.

Cólera

O representante do Unicef na Somália, Steven Lauwerier, declarou existir “uma pequena janela de oportunidade para evitar uma catástrofe e salvar a vida das crianças somalis”.

Com a seca, muitos vilarejos viram as suas plantações e o seu gado morrerem. Os preços dos alimentos dispararam e milhares de pessoas vão buscar água e comida em outras áreas. Os casos de cólera ultrapassam de 4 mil.

Unicef, PMA e parceiros correm para fornecer ajuda que pode salvar vidas na Somália, como apoio nutricional, entrega de assistência por aviões e transferência de dinheiro para as famílias. Mas ainda são necessários US$ 450 milhões para fornecer ajuda de emergência nos próximos meses.

Notícias Relacionadas:

Seca faz com que preço dos alimentos suba com rapidez no leste africano

Guterres pede nova liderança inclusiva na Somália

Ocha: mais de 128 milhões precisam de ajuda humanitária no mundo

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud