Conselheiro da ONU pede apoio de líderes religiosos a esforços de paz
BR

23 janeiro 2017

Adama Dieng afirmou que eles têm função importante na construção de sociedades pacíficas; evento na sede da ONU debateu o papel das organizações religiosas e de fé em assuntos internacionais.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

O conselheiro especial das Nações Unidas sobre Prevenção do Genocídio, Adama Dieng, afirmou que as organizações religiosas e de fé devem apoiar esforços para alcançar uma paz sustentável.

Em mensagem de vídeo gravada aos participantes do Simpósio sobre o Papel das Organizações Religiosas e de Fé em Assuntos Internacionais, Dieng falou sobre a importância desses “movimentos de base”.

Direitos

O conselheiro especial da ONU disse que “os líderes religiosos podem influenciar um grande número de pessoas, fornecer apoio durante emergências, responder às necessidades de comunidades mais pobres e lutar pelos direitos das pessoas que vivem nesses locais”.

Ele declarou que todos vivem em sociedades formadas por pessoas de diferentes etnias e religiões. Segundo Dieng, apesar desses fatores enriquecerem as comunidades, eles podem servir também para fomentar tensões e levar a conflitos e ao extremismo violento.

Atrocidades

O representante da ONU disse ainda que esses fatores podem levar ainda a atrocidades e crimes contra a humanidade.

Adama Dieng afirmou que “enquanto a responsabilidade primária para prevenção de conflitos é dos Estados, as organizações religiosas têm um papel a desempenhar”.

O conselheiro declarou que as Nações Unidas vão lançar nos próximos meses um plano de ação sobre o papel dos líderes religiosos para prevenir incitamento à violência.

Notícias relacionadas:

Relator da ONU elogia EUA por reconhecer direitos dos ateus

Líderes religiosos africanos debatem prevenção à violência

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud