Secretário-geral diz que “é necessário aumentar a diplomacia para a paz”
BR

19 janeiro 2017

Em Davos, António Guterres afirmou que uma das funções dele é criar as condições para a resolução de conflitos; segundo Guterres, a prioridade da ONU deve ser a prevenção de conflitos e desastres naturais, entre outras.

Edgard Júnior, da ONU News em Nova Iorque.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, apresentou esta quinta-feira no Fórum Econômico Mundial, em Davos, sua visão para as Nações Unidas sobre cooperação para a paz e como combater as causas das crises globais.

Falando em inglês, o chefe da ONU afirmou que “está claro que o mundo precisa de um aumento da diplomacia para a paz”. Segundo ele, uma das principais funções do secretário-geral é “se envolver pessoalmente para criar as condições para que alguns desses conflitos possam ser resolvidos”.

Sofrimento

Guterres afirmou que só existe uma forma de fazer isso.

Para ele, “é preciso convencer as partes do conflito que as guerras atuais são guerras que ninguém vence, todos perdem”. Além disso, Guterres declarou que as “guerras estão se tornando não somente uma fonte de sofrimento para a população dos países envolvidos, mas uma ameaça à estabilidade regional”.

Ele deu como exemplo a Síria, o Iraque e o Afeganistão, onde esses conflitos são responsáveis também por um “drástico aumento” no terrorismo global.

Terrorismo

Guterres disse que “todos vivem hoje um mundo perigoso, onde se vê a proliferação de novos conflitos, antigos conflitos parecem nunca ter fim e eles estão cada vez mais interligados a novas ameaças, como o terrorismo”.

O secretário-geral explicou que em muitas situações, essas guerras são resultado de conflitos internos com sérias violações das leis internacionais humanitária e de direitos humanos.

Segundo o chefe da ONU, elas são resultado ainda da fragilidade de Estados, instituições e sociedades.

Prioridade

António Guterres afirmou que a prioridade da ONU deve ser a prevenção não só de conflitos, mas também de desastres naturais e de outras ameaças ao bem-estar das pessoas.

Essa prevenção deve unir três pilares: paz e segurança, desenvolvimento sustentável e direitos humanos.

O secretário-geral falou também sobre a necessidade de uma reforma na organização. Ele citou, entre as principais áreas, a reforma do setor de estratégia e arquitetura da paz, o setor de desenvolvimento e o setor de gerenciamento das Nações Unidas.

Guterres afirmou ainda que o setor privado é fundamental para a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, a chamada Agenda 2030. Ele lembrou que os retornos dos investimentos na Agenda podem ser de US$ 30 bilhões.

Notícias relacionadas:

Vídeo: ONU realiza encontro de alto nível sobre discriminação a mulçumanos

Em artigo para Newsweek, Guterres diz que mundo precisa de mudanças

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud