Turismo de Cabo Verde “de olhos atentos” ao abuso sexual de menores
BR

18 janeiro 2017

Primeiro-ministro defendeu uma atitude proativa e o reforço de ações para punir a prática; estudo em parceria com Unicef mostra indícios de crianças e adolescentes envolvidos no turismo sexual.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

O primeiro-ministro de Cabo Verde, José Ulisses Correia e Silva, disse à ONU News que o seu governo coordena com operadores turísticos ações para evitar casos de violência e abuso sexual de crianças e adolescentes.

O turismo contribui com um quinto do Produto Interno Bruto, PIB, do país sendo considerado uma aposta para o desenvolvimento económico cabo-verdiano. Mais de 650 mil viajantes internacionais visitaram o arquipélago em 2016.

Operadores

As declarações de José Ulisses Correia e Silva, da Cidade da Praia, foram feitas após ter lançado o plano para combater a violência e o abuso sexual de menores até 2019.

“Quanto ao turismo nós estamos atentos. O governo está com programas preventivos envolvendo os operadores. Mas também tem criado todo um ambiente de sensibilização e de informação que coloca os olhos atentos relativamente à pratica deste tipo de situações, nomeadamente o turismo sexual,  que em Cabo Verde não é tolerado, mas nós sabemos que há comportamentos que ultrapassam a capacidade de intervenção e de fiscalização do próprio Estado. A nossa atitude é proativa a nível interventivo mas também a nível punitivo para que não faça escola este tipo de crime.”

Turismo

O governo publicou um estudo em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, que revela que haver fortes indícios de crianças e adolescentes envolvidos no turismo sexual.

Entretanto, a publicação não confirma os rumores da existência de redes transacionais utilizando crianças e adolescentes.

Notícias relacionadas:

SONORA: José Ulisses Correia e Silva, da Cidade da Praia

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud