Começa na África do Sul o primeiro Fórum Mundial de Dados da ONU
BR

15 janeiro 2017

Cerca de 1,5 mil participantes reunidos na Cidade do Cabo a partir deste domingo, discutindo a importância das estatísticas para o desenvolvimento; mais de 100 países não registram nascimentos e mortes de forma adequada.

Leda Letra, da ONU News em Nova Iorque.

De acordo com o Departamento de Estatísticas das Nações Unidas, mais de 100 países não fazem uma contagem adequada de nascimentos e de mortes. No mundo todo, o nascimento de uma entre quatro crianças menores de cinco anos nunca foi registrado.

Em relação a estatísticas sobre questões de gênero, apenas 41% dos países produzem de forma regular estatísticas sobre violência a mulheres. Já 77 nações não têm um banco de dados sobre pobreza.

Recursos

Esses são alguns dos desafios discutidos no primeiro Fórum Mundial de Dados da ONU, que começou neste domingo na Cidade do Cabo, na África do Sul.

O encontro reúne até o dia 18 cerca de 1,5 mil participantes, com o objetivo de aumentar o apoio político e os recursos necessários para ampliar a capacidade dos países em registrar estatísticas.

O subsecretário-geral da ONU para Assuntos Econômicos e Sociais afirma que este primeiro fórum de dados acontece em um “momento crucial”. Em entrevista à ONU News, Wu Hongbo falou sobre a ligação entre estatísticas e a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

Agenda 2030

Segundo Wu Hongbo, ao planejar criação de empregos, expansão de cidades ou melhorias na educação, seria um “desastre” não saber de fato quantas pessoas existem no país ou nas cidades.

O subsecretário-geral da ONU explica que isso mostra a importância dos dados e das informações exatas para a implementação da Agenda 2030.

Plano de Ação

No primeiro dia do fórum, foi lançado o Plano de Ação Global da Cidade do Cabo para Dados de Desenvolvimento Sustentável. O plano exige um compromisso de governos, líderes políticos e comunidade internacional para ações em seis áreas estratégicas.

As medidas devem ser tomadas no campo da coordenação e liderança; inovação e modernização de sistemas nacionais de estatísticas; disseminação de dados sobre desenvolvimento sustentável; construção de parcerias e mobilização de recursos.

Notícias Relacionadas:

Desastres naturais custam ao Brasil R$ 800 milhões ao mês

Conflito ameaça décadas de progresso para crianças em África e Médio Oriente

FAO diz que fome diminui 36% nos países da Cplp em apenas 3 anos

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud